Ideias

  • domingo, 7 de fevereiro de 2010
  • Posted by diogo

Design do século XXI

As empresas do século XXI não aceitam o mesmo modelo de gestão aplicado pelos clássicos da administração do século XVIII e algumas décadas posteriores. É louvável que existiram pessoas como Henry Ford e FrederickTaylor, porém o modelo de produção focada unicamente na funcionalidade do produto é uma estratégia ultrapassada para ser aplicada perante complexidade epstemológica que se forma na estrutura da sociedade do século XXI, onde encontramos cada vez mais uma cadeia de usuários tribalizados que buscam cada vez mais experiências e suas identidades através dos serviços e produtos oferecidos por uma determinada instituição. A grande sacada da alta administração atual foi, perceber que apenas pessoas com pensamentos desenvolvidos atravéz do processo criativo, lúdico, visionário, com finalidade de inovação, focados no consumidor final é o que está segurando os acionistas que precisam fazer valer suas ações, que aumenta com os lucros gerados pelos consumidores fidelizados, que confião e percebem o carismática da marca, carisma que foi construido com esses atos inovadores, vindos das mão dos designers.

Esse modelo é conhecido como Pensamento Focado no Design onde uma empresa controi toda sua cultura com base na criação de idéias inovadoras, podendo elas virem também do mais baixo degrau hieráquico, da instituição. O pensamento focado em idéias inovadoras, a todo o momento, é o modelo que mais conseguirá transformar problemas capiciosos, momentos de instabilidade empresarial e situação de risco - na visão da administração conservadora- em oportunidades lucrativas/sustentáveis para os negócios, reduzindo assim ações trágicas para cortar custos.

É difícil construir o abismo que existe entre planilhas e a sensibilidade do artista que reside no modo de trabalho do designer, porém empresas que conseguiram ligar essas diferençar como Apple, HP, IBM, e outra estão conquistanto os primeiros lugares das melhores e mais lucrativas marcas mundiais.

Por isso mesmo que até mesmo nos designer devemos rever alguns conservadorismos e diminuir um poucos dos vicios maléfico das listas abaixo e pensar um pouco em como ajudar a contruir um mondo melhor atravéz de empressas compromissadas com essa atitude, sim, porque eles tem capital para fazer e é também de algum deles que vem parte das contribuições para a construção dos males que assolam o planeta! A pesar de alguns ''defeitos'' e pré-conceitos vindos dos olhos de outrem, nós temos condição de AJUDAR e não so nós como qualquer outra área do conhecimento que tem a capacidade da inovação para melhora um condições existentes.

Think Different (apple)

Texto e post por Diogo Rezende (Designer Gráfico - Colaborador Blog Ideia Brasil) BH.

Referências: The Brand Gap (o abismo da marca), ZAP (a estratégias número 1 das marcas de sucesso), A Empressa Orientada pelo Design (como construir uma cultura de inovação permanente). Todos os livros são escritos por Marty Neumeier.

Ideias

  • Posted by diogo

50 razões para não casar com um designer gráfico

  1. Há milhões e milhões de designers no mundo.
  2. São egoístas e egôcentricos.
  3. Todos tem salários baixos.
  4. Não aceitam críticas (recebem mas não as entendem).
  5. Eles odeiam outros designers.
  6. Não sabem somar nem subtrair quando vão ao mercado.
  7. Não sabem mudar uma lâmpada sem fazer um esboço
  8. Gostam de ver os créditos completos do filme (e cenas cortadas).
  9. Não deixam você decorar a sua casa.
  10. Tudo é um grande brainstorm (tempestade de ideias).
  11. Você nunca saberá se os documentos e credenciais são reais ou adulterados.
  12. Fazem montagem com suas fotos.
  13. Mantêm revista e qualquer coisa que tenha fotos no banheiro.
  14. Idolatram pessoas totalmente desconhecidas (Bansky, Sagmeister, Basquiat, Paul Rand, etc.).
  15. Tira fotos para seu diário todos os dias.
  16. Acham que tudo pode ser resolvido com um Shape ou uma nova Layer.
  17. Tudo é justificado a esquerda, direito e centro, pelo menos quando estão atrasados.
  18. Todos odeiam a fonte “Comic Sans” (e amam Helvetica).
  19. Tomam bebidas de qualquer espécie apenas porque gostam da embalagem.
  20. Eles roubam placa da rua e orelhões telefônicos.
  21. Roubam cartazes de shows e eventos e te fazem passar vergonha.
  22. Amam ténis com cores estranhas e bizarras.
  23. Usam all star com roupa social e acham o máximo (Cuidado ele pode usar isso no casamento).
  24. Tem sempre marcas de tintas em suas mãos.
  25. Eles ficam irritados com as palavras: bonito, feio e artista.
  26. Eles precisam consultar o Pantone antes de se vestir para saber a combinação correta e para ter um contraste legal.
  27. Eles odeiam Office (Word, Excel, PowerPoint, Publisher).
  28. Acham que podem salvar o mundo com um cartaz bonito.
  29. Eles sempre sabem tudo todo o tempo.
  30. Gostam de músicas “Indie” (Aquela música que metade da humanidade nunca ouviu falar).
  31. Criam suas piadas locais, e vão rir daquele video que você achou sem graça no Youtube.
  32. Lêem livros raros, histórias para crianças e semiótica.
  33. Eles gastam horas incontáveis em seus espaços, rindo sozinhos, com seu computador (geralmente Mac).
  34. Sua vida social depende de seus amigos e outro designer.
  35. A maioria é viciada em tecnologia, ou seja todo o dinheiro da família vai parar na Apple Store.
  36. Eles gostam de camisas com estampas e alguma brincadeira sobre algo atual ou muito retrô.
  37. Todos tem suas lojas preferidas, que atendem o publico “Staile”.
  38. Eles viram psicopatas quando você diz que design é apenas desenho.
  39. Começam a rir sozinho quando pensam em como executar um job.
  40. Fumam maconha!
  41. Sempre dizem que podem superar o trabalho dos outros.
  42. Todos já foram ou cogitarão ser DJs (pelo menos uma vez).
  43. Costumam vender tudo que compram, livros, revistas, canetas, camisetas (cuidado você está a venda).
  44. Todos tem personalidade geeks e infantis.
  45. Gostam de desenhos americanos ou japoneses e passarão horas assistindo.
  46. Gostam de mudar de cidade, estado país o tempo todo.
  47. Trabalham retocando foto de modelos e olhando mulheres em grande parte do seu tempo.
  48. Assistem documentários e vão a museus o tempo todo, não importa o que seja.
  49. Fumam Camel porque acham a carteira bonitinha.
  50. Tenha sempre um bom sonho, porque eles trabalham a noite.

Parte 5x sugerida pelos leitores…

  1. Não pode ver um folder com verniz localizado sem ficar o tempo todo passado o dedo em cima.
  2. Já fizeram ou tem vontade de fazer, ToyArt, Paper Toys.
  3. Vão no MC só pra comprar um MClanche Feliz e ganhar os bonecos do desenho do momento (pixar ou billy e mandy)
  4. Enfeitam suas mesas com 200 bonecos de desenhos pixar, desenhos japoneses, etc.
  5. São viciados em algum jogo, de preferência PES e MMO.
  6. As 2 coisas que fazem perder o sono são: Muita preocupação (jobs em cima do time ou atrasados) ou muita inspiração (essa é melhor que redbull pra deixar acordado)
  7. Tomam RedBull, Burn e outros energéticos.
  8. Super tendência a bissexualidade em ambos sexo! (quem frequenta eventos de designers sabe muito bem como é… hahahaa)
  9. Quando estão em salas esperando por algo e lendo revistas, costumam virar a revista ao contrário para saber que agência produziu a campanha.
  10. Ficam irritados quando você fala sobre o estereótipo deles.

Fonte: espaço.com/design

Texto previamente puclicado por: Jonas Rafael Rossatto

postado por: Diogo Rezende (Designer Gráfico - Colaborador Blog Ideia Brasil) BH